Relatórios rápidos e confiáveis para uma nova geração de líderes de negócios

O Business Standard usa conteúdo rico e dinâmico para gerar mais assinaturas digitais e conta com a Akamai para garantir o desempenho líder do setor.

"Com a Akamai, observamos uma melhoria significativa no desempenho do website, o que nos permite competir melhor em um setor em que a velocidade de entrega é crucial. Estamos melhor equipados do que os nossos concorrentes para proporcionar uma experiência premium que agrade aos nossos clientes."

Shailendra Kalelkar, diretora de negócios digitais, Business Standard

Os jornais na era digital

O Business Standard foi um dos primeiros jornais de grande porte da Índia a oferecer uma inscrição digital premium, e sua análise de negócios confiável e criteriosa é um poderoso atrativo para assinantes pagantes. Mas com artigos detalhados sendo substituídos cada vez mais por conteúdo curto, como as redes sociais, o jornal precisava encontrar novas maneiras de prover seus leitores de conteúdo rápido e dinâmico. A Akamai o ajudou a atingir esse objetivo.

Como permanecer confiável e atrativo para a próxima geração de líderes de negócios

Poucas publicações de negócios na Índia são mais confiáveis que o Business Standard. O jornal de 45 anos é conhecido por relatórios precisos e confiáveis, que alcançam leitores fiéis em 1.000 cidades do país. Usando sua forte reputação de jornalismo independente, o Business Standard foi uma das primeiras publicações de negócios a fornecer conteúdo online premium por meio de um serviço de assinatura pago. Embora grande parte de seus negócios permaneça em circulação por vias impressas, a leitura de suas publicações digitais vem crescendo constantemente, com 15 milhões de visitantes exclusivos todos os meses.

Alcançar novos leitores é um desafio contínuo para o Business Standard, especialmente em um mundo cada vez mais dominado pelas redes sociais. Na Índia e em todo o mundo, cada vez mais pessoas estão recebendo suas notícias e informações de fontes como Twitter, Facebook, TikTok e WhatsApp. Para competir com elas, o jornalismo tradicional deve evoluir, enquanto mantém seu valor único de objetividade e credibilidade.

“Um dos maiores desafios do Business Standard é conquistar os leitores mais jovens e desenvolver nosso público de leitores ao longo do tempo”, diz Shailendra Kalelkar, chefe de negócios digitais do Business Standard. “Para satisfazer as necessidades deles, tivemos que nos reinventar digitalmente e encontrar novas formas de conquistar seus negócios.”

Kalelkar é responsável por conduzir os negócios digitais, ajudando o jornal a atrair novos leitores e assinantes pagos online. Uma maneira de fazer isso é trabalhando com prestigiosas escolas de negócios indianas, conhecidas como B-schools, para fornecer aos alunos acesso aberto ao conteúdo online do Business Standard, com o objetivo de conquistar a próxima geração de líderes de negócios. Milhares de alunos estão complementando seus estudos com notícias diárias de negócios e arquivos de pesquisa acadêmica, estudos de caso e melhores práticas: tudo gratuitamente.

O Business Standard também consegue alcançar novos leitores ao tornar seu conteúdo mais rico e dinâmico, preenchendo sua edição digital com vídeos, imagens, podcasts e pesquisas na Web e em dispositivos móveis. Esse é um poderoso atrativo para leitores de todas as idades, que querem notícias de última hora, perspectivas detalhadas e uma experiência única. Esses leitores estão cada vez mais dispostos a pagar por isso. À medida que o Business Standard coloca mais do seu conteúdo por trás de um paywall, ele está convencendo muitos leitores exigentes a comprar uma assinatura premium.

Uma experiência de notícias rápida e dinâmica aumenta o público de leitores e as classificações de pesquisa

As edições digitais do Business Standard têm aumentado em popularidade, mas os volumes crescentes de tráfego estão adicionando demandas em evolução à sua infraestrutura. Em um determinado ponto, o desempenho atingiu seu limite. Para os leitores, isso significava uma experiência mais lenta no website em momentos importantes, como quando o Business Standard cobria notícias de última hora ou eventos com alta audiência, que vão desde a cobertura de condições climáticas extremas até a Copa do Mundo de Críquete.

“Nossos servidores de origem não conseguiam administrar grandes picos de tráfego, o que às vezes deixavam nossos websites sem resposta aos leitores”, diz Gururaj Patil, gerente-chefe de sistemas de TI do Business Standard. “Para oferecer uma experiência ao cliente melhor, era necessário investir em uma CDN (Rede de Entrega de Conteúdo), e todos com quem conversamos recomendaram a Akamai como líder de mercado.”

Com o objetivo de entregar uma experiência superior ao cliente, o Business Standard decidiu adotar uma CDN premium, liberando conteúdo estático e dinâmico de seus servidores de origem com a Akamai. A empresa adquiriu o Dynamic Site Accelerator da Akamai para fornecer conteúdo dinâmico mais rapidamente, incluindo o banner dinâmico de ações, blogs ao vivo e elementos de streaming de vídeo. Também assinou o Akamai Download Delivery para conteúdo estático, como imagens e vídeos, essencial para criar uma experiência envolvente para os consumidores altamente visuais dos dias de hoje.

“A Akamai era a única fornecedora de CDN capaz de garantir uma experiência perfeita ao nosso conteúdo gratuito e ao nosso serviço de assinatura digital premium”, diz Pradfulla Patil, gerente de sistemas sênior do Business Standard. "É uma solução eficiente e eficaz para atender a dois públicos separados e manter certos conteúdos sob a condição de acesso pago."

“Com a Akamai, observamos uma melhoria significativa no desempenho do website, o que nos permite competir melhor em um setor em que a velocidade de entrega é crucial”, afirma Kalelkar. “Estamos muito mais bem equipados do que os nossos concorrentes para proporcionar uma experiência premium que agrade aos nossos clientes.”

O aumento do desempenho também elevou a visibilidade do Business Standard em mecanismos de pesquisa e agregadores de notícias, como Google, Facebook e Apple. À medida que essas plataformas agregam conteúdo de toda a Internet e o apresentam aos leitores, elas favorecem websites com entrega de conteúdo e carregamento de páginas rápidos. Isso significa que os artigos do Business Standard têm mais probabilidade de serem selecionados por agregadores e atingirem um público mais amplo, trazendo novos leitores e construindo o pipeline de receita digital da empresa.

Escrevendo as edições digitais do futuro

O Business Standard agora pode se concentrar na inovação contínua para entregar uma experiência excepcional para seus leitores. “Desde que começamos com a Akamai, não lutamos mais contra o desempenho e a ineficiência, o que nos deixou livres para buscar novas ideias e acelerar iniciativas que antes estavam pausadas”, explica Kalelkar. “A Akamai nos ajudou a avançar com novos projetos, como a introdução de diferentes tipos de conteúdo premium e soluções exclusivas para as escolas de negócios.”

Por exemplo, o Business Standard desenvolveu testes interativos semanais para alunos de escolas de negócios, incentivando-os a se tornarem leitores regulares. Para isso, forneceu conteúdo em um formato atraente e pessoalmente gratificante, como websites de redes sociais. A empresa está até mesmo verificando, com os conselhos de credenciamento de ensino superior da Índia, a possibilidade de integrar seu conteúdo de jornal ao currículo das escolas de negócios e atribuir pontos de crédito de acordo com a participação dos alunos.

É esse tipo de pensamento original que ajudará o Business Standard a captar os corações e as mentes da próxima geração de líderes empresariais, convencendo os jovens a apreciar o jornalismo de alta qualidade. À medida que mais leitores veem o valor do seu conteúdo premium, o jornal está confiante de que as assinaturas digitais continuarão a aumentar. E com a Akamai, o Business Standard sabe que pode continuar entregando uma excelente experiência à medida que público de leitores cresce e o conteúdo se torna cada vez mais dinâmico.

“A Akamai é um serviço premium que entrega um desempenho muito melhor do que o prometido”, diz Patil. “Isso nos ajuda a evoluir o nível de nossos negócios.”

Sobre o Business Standard

O Business Standard é o principal jornal de negócios indiano. Publicado pela primeira vez em Kolkata, em 27 de março de 1975, a marca tem mais de 45 anos. O website teve início em janeiro de 1997 e figura entre os primeiros editores digitais indianos. O que diferencia o Business Standard do restante e o fez permanecer inalterado durante seus 45 anos de existência é sua responsabilidade inabalável e transparência para com seus leitores, além do fato de ser uma organização editorial verdadeiramente independente.

O Business Standard simboliza relatórios que enfatizam a precisão e a credibilidade; comentários informados, independentes e justos; e o jornalismo enraizado na conduta ética e definido por um vínculo inviolável com o leitor. Todos os jornalistas do Business Standard assinam um código de conduta que está disponível no website da empresa. O conjunto de renomados colaboradores Op-Ed, isto é, economistas, colunistas e escritores de opinião, tem sido reverenciado igualmente pelos especialistas e pelos jovens e ambiciosos. Algumas das mentes mais aguçadas dos negócios, na burocracia (passado e presente) e no setor formam uma parte deste grupo seleto. Esta combinação única do que há de melhor no negócio (redatores e conteúdo) fez com que o Business Standard ficasse entre os primeiros na Índia a ter leitores de acesso pago em sua plataforma digital (lançada em 1º de junho de 2016). Além de um jornal diário de negócios (publicado em 12 regiões metropolitanas) e um website incipiente, a marca também é publicada em hindi (como um jornal de 6 centros e um website).


Histórias de clientes relacionadas

Content Delivery - CDN

Airbnb

Read More
Media and Entertainment

Adobe

Read More
Hotel and Travel

Fairmont Hotels & Resorts

Read More